15-07-2016 Irmãos ameaçam e ofendem policiais

A Polícia Civil registrou um boletim de ocorrência após dois policiais militares terem sido ameaçados. O caso aconteceu no último dia 8 de Julho, por volta das 8h, na Rua Pará.
Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi solicitada para atender a uma ocorrência de desinteligência no local, com várias pessoas envolvidas em vias de fato. Ao chegarem ao local constataram uma motocicleta sem placa jogada ao solo e com várias peças de roupa jogadas sobre ela. Logo ao desembarcar da viatura, os policiais Soffner e Castro foram recebidos por um homem, R.R.S., 25 anos, vulgo Indião, que estava bastante agressivo e passou a ofender os policiais. Ele portava um pedaço de pau em mãos e também queria agredi-los.  Momentos depois, seu irmão, R.F.A., 32 anos, vulgo Pretão, saiu da casa vizinha e também começou a ofender e fazer ameaças aos policiais militares.
Por motivos de segurança, os policiais saíram do local e solicitaram apoio policial. Retornaram novamente ao local, pois havia nova solicitação de brigas, onde indivíduos estariam armados com facão. Em seguida, ao tentarem realizar revista pessoal em um dos irmãos, este teria dito que “ninguém colocaria a mão nele”. Neste momento, o outro envolvido teria saído de sua residência portando um pedaço de pau e vindo em direção aos policiais, inclusive sendo necessário força física para contê-lo.
Os dois irmãos correram do local e arremessaram pedras contra os policiais. Durante a tentativa de contê-los, os policiais sofreram lesão corporal, tendo ambos passado pelo Pronto Socorro local. Os policiais foram informados por populares de que um dos irmãos portava um facão, porém não foi localizado.
Posteriormente os policiais foram informados que o segundo irmão envolvido nos fatos estaria sendo atendido no Pronto Socorro local e dirigiram-se até lá para ouvir a versão. Este relatou que o irmão e a cunhada brigam constantemente, que ele estava bêbado e agressivo. “Com a chegada dos policiais fui defender meu irmão e em seguida fugi porque não queria ser preso”, acrescentou.
Foi registrado boletim de ocorrência para apuração dos fatos.



Esta matéria teve 293 visitas até agora. Data da publicação: 22/08/2016

Publicidade