23-08-2016 Editorial: Até quando?

Essa é a pergunta que parece não ter resposta. Infelizmente estamos reféns da criminalidade. Nossa vida e nossa paz, já não podem ser referenciadas como “nossa”, afinal, não mais nos pertence. E até quando vamos viver assim? Ninguém sabe.
O país enfrenta problemas seríssimos em muitas esferas da sociedade. Temos limitações educacionais, na saúde, na cultura, na economia, na segurança e, principalmente, na política, o que acarreta a deficiência das demais.
Dois fatos relacionados à violência nos chamaram a atenção nesta semana. O primeiro foi a divulgação do Mapa da Violência de 2016. A triste notícia é que o Brasil contabiliza um número recorde de 57 mil homicídios em um ano. Além disso, dados do estudo apontam que a média nacional atingiu o número de 29 mortes a cada grupo de 100 mil habitantes. Valores esses que nos envergonham e nos amedrontam. E não para por aí.
Agora vamos para mais próximo, aqui mesmo, em Dois Córregos. Qual horário você costuma ir à uma agência bancária? Bom, para quem trabalha em horário comercial, a resposta com certeza será o período do almoço. Pois bem. Luz do dia, horário de almoço e, você desconfiaria que bandidos seriam capazes de assaltar um banco nessas circunstâncias? Não, mas eles são audaciosos. Criminosos armados invadiram um banco no centro da cidade, fizeram clientes e funcionários reféns e fugiram com o dinheiro.
A cidade pacata, entra em choque. Não é a primeira vez que uma ação como essa acontece no município. Há anos bandidos também assaltaram uma agência no meio da tarde, houve troca de tiros, policial baleado, e um susto enorme para a população. Depois eles agiram novamente, mas dessa vez pela madrugada. Explodiram os caixas, pegaram o dinheiro, e fugiram. A explosão fez muita gente pular da cama com o susto. Mas, até hoje, não se tem notícias dos bandidos e, muito menos, do dinheiro. Dinheiro esse, que movimenta um mercado criminoso do qual nós não temos nem a mínima ideia da dimensão, mas que sabemos o estrago que faz no nosso país.
E o novo ataque acontece no momento em que o comando da polícia civil de Dois Córregos está em fase de transição. A recepção ao novo delegado não foi nada amistosa, muito pelo contrário, ele terá um desafio imenso na sua primeira investigação na cidade. A tranquilidade que pretende proporcionar à população, muitas vezes foge do seu alcance e da sua vontade em trazer paz e segurança. O que nos resta é ter esperança para que a justiça seja feita e que essa criminalidade, um dia, tenha fim.



Esta matéria teve 291 visitas até agora. Data da publicação: 27/09/2016

Publicidade


Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bnview.php on line 7



Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bview.php on line 7