02-09-2016 Festa da Macadâmia começa dia 9

Começa na próxima sexta-feira, dia 9, a tradicional Festa da Macadâmia. O evento será realizado entre os dias 9 e 11 de setembro, na praça da Igreja Matriz do Divino Espírito Santo, no centro da cidade. A expectativa dos organizadores é de que o número de visitantes supere a estimativa de público do ano passado.
O Presidente do Instituto Usina de Sonhos e um dos organizadores do evento, José Eduardo Mendes Camargo, ressalta a escolha da realização da festa na praça da Igreja Matriz, pelo segundo ano consecutivo. “Justamente ali no largo da matriz aconteciam as tradicionais quermesses e os grandes encontros. É um lugar que tem uma história de muito calor humano, espaço bonito, aconchegante e abençoado pela presença da igreja. No ano passado, as pessoas revelaram que estava muito agradável, um ambiente gostoso, familiar, de harmonia, inclusive, pela apresentação do Padre José de Dourado”, conta.
Para a edição deste ano, a abertura do evento com a presença do Padre José é uma das atrações mais aguardadas. “A apresentação dele proporciona um início de festa, que sempre traz uma energia muito boa. Ele novamente vai abençoar a abertura do evento, que vai ser muito gostoso”, afirma José Eduardo.
O lançamento da festa está marcado para às 19h, com a missa do Padre José. Na sequência, o público acompanha a apresentação da banda Rock História. No sábado, haverá concurso gastronômico no período da tarde e a noite quem se apresenta é a dupla de sertanejo universitário, Ruan e Molina. Já no domingo, último dia de festa, terão diversas atrações para o público infantil e show com a Banda Rotor.
O Presidente da Usina de Sonhos ressalta a importância de participação das entidades. “É mais do que uma perspectiva de renda para cada entidade. É também uma oportunidade de trazer com seus produtos, várias alternativas gastronômicas para a comunidade e, com isso, marcar Dois Córregos como polo gastronômico. A gastronomia tem sido um dos maiores atrativos nas cidades. Gastronomia, cultura, esporte e música são atividades que atraem pessoas e transformam o município por meio da economia criativa, trazendo opções para a sociedade”, afirma. Para o idealizador da festa, o evento também favorece o encontro entre as pessoas. “Elas podem ir a pé para a praça, conversando, caminhando, revendo os amigos. É importante desligar um pouco a TV e sair para encontras pessoas”, diz.



Esta matéria teve 291 visitas até agora. Data da publicação: 27/09/2016

Publicidade