16-09-2016 Mesários recebem treinamento

Nesta semana, os mesários cadastrados para atuarem na eleição municipal deste ano, participaram de treinamentos oferecidos pela justiça eleitoral. Em Dois Córregos, mais de 204 pessoas estão cadastradas para trabalharem na eleição do dia 2 de outubro. A preparação foi realizada em quatro etapas nos dias 14 e 15 de setembro.
De acordo com a chefe do cartório eleitoral do município, Rosane Cristina da Silva, o objetivo do treinamento é preparar os mesários para que atuem de forma transparente e eficiente nas eleições. “Estamos nas vésperas da eleição e temos apenas duas semanas até lá. Este é o momento limite para treinar os mesários para que esteja tudo pronto no dia da eleição. O treinamento foi realizado em quatro etapas com preparação específica dos presidentes, primeiro-mesário, segundo-mesário e secretários. Eles acompanharam um vídeo elaborado pelo tribunal, aprenderam a fazer a preparação da urna, separação de material e, também, a carga e lacração dos equipamentos após a geração das mídias. Essa preparação é feita para que os eleitores recebam o melhor tratamento e as melhores orientações no dia da eleição”, explica.
Dos 204 mesários cadastrados, apenas 20 fizeram o treinamento à distância. “Essa opção é disponibilizada pela justiça eleitoral para quem não tem como participar do treinamento presencial. Mas as orientações são as mesmas, para que tudo ocorra dentro das conformidades e a eleição ocorra com caráter democrático e dentro da normalidade prevista na lei”.
Durante o treinamento, os mesários aproveitaram para tirar as dúvidas sobre o equipamento e também a legislação. “Eles aprendem a lidar com a urna e também com a lei. Aprendem o que é ou não permitido ao eleitor, aos fiscais e aos membros dos partidos. O que pode ou não ser feito dentro da seção, como pode ser a atuação da imprensa, tudo para que eles atendam da melhor forma possível todos os envolvidos”, diz Rosane.
A chefe do cartório eleitoral também reforça que o eleitor só poderá votar se tiver em mãos um documento com foto. “Não adianta ser parente, amigo ou vizinho do mesário, sem documento com foto não poderá votar. Se o eleitor souber o local de votação e número da seção não precisa portar o título de eleitor, mas um documento, seja de identidade, CNH, passaporte, carteira de trabalho, qualquer um que tenha foto, precisa estar em mãos”, orienta.
Outra dúvida recorrente é com relação aos eleitores que não votaram na última eleição. “Se não votou, não justificou e nem pagou multa, o eleitor vota normalmente, a não ser que o título esteja cancelado ou suspenso. Caso contrário votará e, posteriormente, regularizará a situação no cartório eleitoral”. Analfabetos, maiores de 70 anos e jovens entre 16 e 18 anos, que já possuem o título de eleitor, não são obrigados, mas podem votar.
É preciso muito cuidado no dia da eleição com a propaganda política. “O eleitor pode se manifestar de maneira pessoal e silenciosa. Ele pode ter uma bandeira do candidato, broche, botton, adesivo, mas não pode pedir voto e nem entregar santinho. A boca de urna é crime e nós do judiciário e da justiça eleitoral vamos atuar junto com a polícia militar para inibir esse tipo de crime. Se alguma pessoa for flagrada praticando algum crime eleitoral, ela será retida e depois processada”, explica Rosane.
Outro crime que será observado pela justiça e a polícia militar é a compra de votos. “Vamos averiguar a compra e venda de votos. Se comprovarmos, os envolvidos serão punidos. Tanto quem comprou como quem vendeu vai responder ao crime e ser punido com o rigor da lei”, conclui.

 



Esta matéria teve 299 visitas até agora. Data da publicação: 27/09/2016

Publicidade


Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bnview.php on line 7



Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bview.php on line 7