30-09-2016 Mesa diretora da Câmara apresenta projeto de reajuste de subsídio de 11%

Projeto de Lei do Legislativo número 01/2016 apresentado na sessão ordinária da Câmara de Vereadores da última segunda-feira, dia 26 de Setembro, discutiu a proposta de reajuste nos subsídios dos agentes políticos (vereadores) de 11%. Conforme informações do site da Câmara de Vereadores, o valor atual do subsídio é de R$ 2.218,29 para os vereadores e de R$ 3.092,15 para a presidente da Câmara, cargo ocupado por Mara Valdo.
O projeto constou na pauta da sessão e seria referente ao mandato 2017/2020. Durante a sessão houve a debileração quanto aos pareceres das comissões permanentes, em razão do referido projeto. Momento em que votaram favoráveis os vereadores Rogério Amaral (PTB), Douglas Pedroso (PTB) e Tião Mazziero (PTB). Os vereadores que votaram contrários ao aumento foram: Dinho Spírito (PPS), Fausi Mattar (PSDB), Rogério Ferreira (PSDB), José Luiz Sangaletti (PMDB) e José Eduardo Trevisan (PSDB). A presidente da Casa, Mara Valdo (PTB), só votaria em caso de empate, o que não aconteceu. Como os pareceres foram rejeitados pelo plenário, encerrou-se o processo legislativo sem que se procedesse à votação da matéria, ou seja, encerrando-se a votação dos pareceres das comissões. A reportagem entrou em contato via telefone e e-mail com a administração da Câmara de Vereadores para obter uma cópia do projeto, porém, até o fechamento desta edição, na tarde de ontem, não teve acesso ao documento.
O projeto também não constava no site oficial da Câmara, que estava desatualizado. A primeira leitura desse projeto foi realizada na data de 14 de Março deste ano e a segunda leitura na última segunda-feira. No site consta que o projeto é de autoria da Mesa Diretora 2015/2016, que é composta por Mara Valdo (presidente), Rogério Amaral (vice presidente), Douglas Pedroso (1º secretário) e Tião Mazziero (2º secretário).



Esta matéria teve 297 visitas até agora. Data da publicação: 10/10/2016

Publicidade