28-10-2016 Polícia Civil apreende adolescente que praticou estupro

A Polícia Civil de Dois Córregos apreendeu na última quarta-feira, dia 26 de Outubro, um adolescente de 17 anos. Ele confessou ser o autor do estupro ocorrido no último domingo, dia 23 e também de uma tentativa de estupro registrada na sexta-feira, dia 21.
Através de informações de testemunhas e de imagens de câmeras de segurança do trajeto onde a vítima percorreu, a equipe de investigações conseguiu identificar o adolescente. Os policiais civis foram até a casa do rapaz e encontraram as roupas que ele trajava no dia do crime, além da faca que foi utilizada para ameaçar a vítima. “Localizamos primeiro a mãe dele que nos contou que ele estava junto com o pai trabalhando em outro local”, afirmou.
Ele foi detido logo em seguida, juntamente com seu pai, no bairro Campos Elíseos. Ele não ofereceu resistência. O jovem foi encaminhado à Delegacia de Polícia e na presença de seus pais e também de membros do Conselho Tutelar confessou e deu detalhes sobre os dois crimes. O delegado titular de Dois Córregos, Dr Márcio Leandro Moretto, fez o pedido da internação na Fundação Casa. Enquanto aguarda a liberação da vaga, o adolescente ficará apreendido em cela especial na Cadeia Pública de Barra Bonita.
“O fato não é amenizado por ele ser menor de idade. Mas, a lei tem um enquadramento diferente por ele ser menor, não é um crime, é um Ato Infracional. O depoimento dele foi bem claro, mas é uma investigação que cobre sob sigilo. Ele não tem nenhuma passagem policial anterior”, ressaltou ainda o delegado.
Segundo Dr Márcio, ao ser interrogado, o adolescente não se mostrou arrependido pelo o que fez. “Ele contou com frieza os detalhes do que aconteceu e vamos continuar realizando as investigações para finalizar o caso”, acrescentou.  
Investigações/ Na madrugada da última sexta-feira, uma senhora aguardava no ponto de ônibus para ir ao trabalho quando foi atacada por trás, com uma faca. O homem chegou a agarrá-la, porém, como ela reagiu, caiu no chão e começou a gritar por socorro, ele não conseguiu praticar o crime. Após isso, o agressor fugiu do local. Após a comunicação desse fato, os policiais civis iniciaram as investigações de quem seria o possível agressor.
O segundo crime aconteceu no domingo de manhã, por volta das 8h30, quando uma vítima de 30 anos foi abordada nas proximidades da linha férrea ao retornar do trabalho. “Ela tinha trabalhado a noite toda, estava chegando à casa dela, quando ele ameaçou ela com a faca e mandou que acompanhasse”, relatou o investigador José Eduardo Trevisan à nossa reportagem. O adolescente levou a vítima até uma mata próxima do final do Jardim das Rosas e abusou sexualmente da vítima. Após o crime o autor fugiu.
A mulher seguiu até sua residência, onde pediu auxílio para seu marido e procuraram a Santa Casa para realização de exames. “Tivemos o importante auxílio de uma testemunha que viu o rapaz descendo com a moça e depois viu ela novamente em outro local chorando. Foi um trabalho de dias, trazíamos um suspeito para averiguar, continuamos investigamos e até que conseguimos chegar ao autor. Esse é um crime muito grave. Temos que trabalhar para dar essa resposta para a sociedade. É um menor de idade, 17 anos, um adolescente”, explicou.
Todo o trabalho de investigação foi realizado pela equipe da Polícia Civil, coordenado pelo Dr Márcio, através dos investigadores Trevisan, Balivo, Negreiros, Thierri, Eliezer e demais funcionários. Contando também com o apoio da Polícia Militar.

 



Esta matéria teve 291 visitas até agora. Data da publicação: 07/11/2016

Publicidade