27-01-2017 Inovar é preciso, esperar as mudanças é arriscado!

O evento aconteceu de 10 a 12 de Janeiro de 2017, no Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, é uma região na qual está situado um conjunto de empresas implantadas a partir da década de 1950 com o objetivo de gerar inovações científicas e tecnológicas, onde 50 % das empresas inovadoras começaram, entre elas: Google, Netflix, Amazon entre outras grandes companhias. Líderes do pensamento em estratégia e inovação das principais universidades do mundo como David Teece (UC Berkeley), Clayton Christensen e Michael Tushman (Harvard), Gary Hamel (London Business School), Scott Stern (MIT), entre outros. O grupo seleto de brasileiros que participaram entre eles, Gabriel Cherubini proprietário da empresa de móveis P&C Art In Mobil, empresários do grupo Boticário, Itaú, Santa Casa de Porto Alegre e outras.

A experiência que o empresário trouxe para suas empresas será de grande importância, pois o momento pede segundo ele a antecipação das tendências, inovando e se preparando para as mudanças e não esperando por elas.

As empresas devem analisar os riscos e incertezas dentro de cada uma delas, os riscos devem ser analisados, pois eles ajudam a criar uma dinâmica que pode diminui-los, já as incertezas quase nunca são encaradas como possíveis o que determina muitas vezes o fim de várias empresas.

Outros pontos que devem ser analisados são as ameaças e oportunidades, ameaças quando de conhecimento da empresa podem ser facilmente revertidas, já as oportunidades se não forem além do conhecimento do empresário, aproveitada, passam despercebidas. A empresa que inova por sua vez eleva tanto seus valores e cria novidades no mercado que seu produto principal muitas vezes deixa de ser o maior gerador de recursos da empresa, portanto a inovação traz valor agregado.

Dr. José Eduardo, relatou em sua palestra de apresentação do curso em uma de suas empresas, a importância do tempo para inovação, “uma empresa deve ter suas tarefas diárias, seu afazeres rotineiros, mas deve também reservar um período para tratar de inovação, por exemplo, a Google, reserva 30% de seu tempo para tratar de inovação, mantém mesmo assim funcionalidade com os outros 70%”.

O importante nesse momento é não ter medo de errar, com a globalização é importante seguir a seguinte regra, faça rápido, se errar, corrija rápido!

As mudanças estão vindo de forma cada vez mais rápida, a idade média das companhias antigamente era de 50 anos, hoje em dia é uma média de 12 anos, algumas simplesmente desapareceram e provavelmente por falta de inovação, o mundo está em constante mudança, precisamos de capacidade dinâmica.

Agora o grupo de participantes desse curso apresentará todos os detalhes e o que aprenderam em uma palestra ministrada para empresários na FIESP (Federação das Industrias do Estado de São Paulo).

 

 

 

 



Esta matéria teve 68 visitas até agora. Data da publicação: 07/02/2017

Publicidade


Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bnview.php on line 7



Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home2/jornalod/public_html/2011/include/bview.php on line 7