17-02-2017 Sábado com uma hora a mais, horário de verão termina domingo

Alguns amam outros odeiam, o que não dá para evitar gostando ou não é que ele aconteça. 
O horário de verão termina no próximo domingo (19), a partir da 0h, quando os relógios devem ser atrasados em uma hora.
O horário está em vigor desde outubro de 2016, a mudança visa proporcionar economia de energia, assim teríamos um menor consumo no horário de pico (das 18h às 21h), pelo maior aproveitamento da luminosidade natural.
A energia gerada por termelétricas pode ser evitada, com menor custo da geração de eletricidade. A ideia do horário de verão surgiu pela primeira vez nos Estados Unidos, cem anos antes da Conferência de Washington de 1884, com o fim de aproveitar a luz natural o mais possível durante os dias mais longos do ano. Em inglês a hora especial recebe a denominação de daylight saving time que retrata bem esse conceito. O Horário de Verão foi instituído pela primeira vez no Brasil no verão de 1931/32. Até 1967 sua implantação foi feita de forma esporádica e sem um critério científico mais apurado. Após 18 anos sem que o Horário de Verão fosse instituído, essa medida voltou a vigorar no verão de 1985/86.
O Decreto Nº 6.558, de 8 de setembro de 2008, estipulou o período. “Art. 1o Fica instituída a hora de verão, a partir de zero hora do terceiro domingo do mês de outubro de cada ano, até zero hora do terceiro domingo do mês de fevereiro do ano subsequente, em parte do território nacional, adiantada em sessenta minutos em relação à hora legal”.
A previsão do governo é de que o Horário de Verão deste ano resulte em uma economia de R$ 147,5 milhões, na edição anterior (2015/2016), com o novo horário foi possível uma economia de R$ 162 milhões.


Esta matéria teve 54 visitas até agora. Data da publicação: 20/02/2017

Publicidade