10-03-2017 Homem foi linchado na cidade

Esse talvez seja um dos fatos mais marcantes do ano pelos lados da polícia, um linchamento foi registrado no último dia 3 por volta das 19:00 horas na Vila São Pedro. Um homem com iniciais E.A.L de 42 anos teve sua casa invadida por populares que tentavam fazer justiça com as próprias mãos, o PM foi acionada e compareceram no local dos fatos os policiais Patelli e Jesus para colherem as informações, segundo relatado no local por testemunhas, o homem que foi vítima de linchamento já cumpriu pena por estupro e em via pública tirou o órgão genital mostrando para uma criança de aproximadamente 10 anos que mora no local. Diante do fato, populares revoltados com a atitude do acusado, invadiram a casa do mesmo destruindo todos os pertences da casa, além de portas, janelas e lincharam a vítima com tijolos, caibros e golpes de faca e facão, a vítima foi socorrida pela ambulância e levada para a Santa Casa local onde chegou bastante ferido.
A vítima se recusou a nominar seus agressores, talvez por medo ou por se tratar de tantos, o homem teve múltiplos ferimentos, várias lesões superficiais por todo o corpo, perfurações no tórax e vários cortes na cabeça causados por golpes de facão, foi um milagre o homem não ter sido assassinado nesse linchamento, segundo os policiais e equipe de socorro a vítima chegou totalmente desfigurada na Santa Casa.
A criança que segundo sua avó presenciou o homem mostrando o orgão genital não foi encontrada e seus familiares não fizeram boletim de ocorrência, nesse caso, até o momento o homem que foi linchado é apenas vitima. Esse fato fecha um final de semana sangrento na cidade, mas precisamos refletir nesse momento, a  população tenta fazer justiça com as próprias mãos, por não confiar na competencia das nossas autoridades? Por estar cansada de injustiça? Ou até mesmo pela facilidade com que marginais saem da cadeia após o cumprimento de parte da pena, a sociedade tem dado sinais de que é hora de mudança, mudança essa talvez no nosso Código Penal ultrapassado e necessitado de atualização, enfim mesmo que a mudança não venha a saída encontrada pela população muito nos assusta e claro que não é a melhor alternativa.

 



Esta matéria teve 60 visitas até agora. Data da publicação: 15/03/2017

Publicidade