31-03-2017 Onda de assalto assusta população

O alvo de marginais essa semana foi a EMEI Maria José Scarpim que após a invasão suspendeu as aulas na última terça-feira (28). O prefeito Ruy Favaro disse que está adotando algumas medidas quanto a vigilância para evitar novas invasões em prédios públicos. A relação de locais invadidos nos últimos dias tem revoltado a população que pede linha dura quanto a investigação do crime, além do prédio da escola outros já foram alvo de bandidos, EMEFEI Oscar Novakoski, Prof. Maria Lucia Danta Altimari, Conselho Tutelar, Arevu, Posto de Saúde do Jardim Paulista, praças do João Viotto e Bom Retiro entre outros prédios.
O prefeito explicou o que levou a suspender as aulas da EMEI Maria José Scarpim foi o prejuízo significativo no local “Eles levaram materiais, equipamentos eletrônicos e de informática e fizeram uma verdadeira anarquia no local espalhando alimentos pelo pátio e levaram toda a merenda escolar dos alunos, estive na escola juntamente com a diretora de educação Silvia Navarro, ficamos assustados com o que aconteceu, houve rompimento de portas e o prejuio foi muito grande” disse o prefeito preocupado com a situação.
A administração Municipal estuda formas para dar mais segurança para os prédios públicos, em especial os da área de educação e saúde através de monitoramento para evitar esse tipo de situação e prejuízo para a Administração. As aulas voltaram ao normal já na quarta-feira, foi lamentável a situação encontrada pelos servidores municipais que juntos pedem ajuda da população para denunciar ou ajudar a fiscalizar esse tipo de atitude.
 


Esta matéria teve 31 visitas até agora. Data da publicação: 08/05/2017

Publicidade